Chichi na cama (Enurese na criança) - Médicos de Portugal

A carregar...

Chichi na cama (Enurese na criança)

24 Setembro, 2014 0

O que é a enurese? Chama-se enurese ao fazer chichi na cama de maneira involuntária, depois dos 5, 6 ou até 7 anos. Os especialistas estão de acordo que se pode falar de enurese quando a criança faz chichi na cama pelo menos três ou quatro vezes por semana. Não se trata de uma doença, é, regra geral, um atraso no controlo da bexiga. É mais frequente no sexo masculino.

Esta perda involuntária de urina numa idade em que a criança, em princípio, já devia conseguir controlar-se, ocorre, na maioria dos casos, exclusivamente durante o sono, sendo por isso designada por enurese nocturna. Sendo uma situação frequente (calcula-se que cerca de 20 por cento das crianças faz chichi na cama até aos 5 anos), de um modo geral irá desaparecer espontaneamente, mas há casos em que requer tratamento específico, intervenções comportamentais e, numa percentagem mínima, esta perda involuntária poderá ser sintoma de uma doença.

A enurese pode ser classificada em primária quando nunca a criança controlou a sua bexiga, e secundária quando a criança controlou a bexiga por um período até 6 meses e após esse tempo surgem manifestações (mesmo episódicas) de incontinência urinária.

 

Qual é a causa desta enurese nocturna?

A causa exacta não é conhecida, sendo vários os factores orgânicos que podem desencadear a perda involuntária e frequente de urina: a existência de um atraso na coordenação dos esfíncteres (músculos que actuam como válvulas) da bexiga; o que faz com que durante o sono, quando a bexiga está cheia, as contracções não sejam contrariadas; o facto de a bexiga ter menores dimensões, e a menor capacidade de concentrar a urina durante o sono.

Na maioria dos casos não há causa específica. Fazer chichi na cama não é culpa das crianças. Há factores como o stresse (a chegada de um novo irmão, os primeiros contactos com a escola, violência física ou psicológica em meio escolar…), a ingestão de bebidas que contêm cafeína (a cafeína aumenta a quantidade de urina, tem efeitos diuréticos), a prisão de ventre (as crianças que têm obstipação crónica têm maiores probabilidades de sintomas de enurese nocturna). Com causa ou sem causa específica, pode marcar um ser humano. Um famoso escritor britânico, George Orwell, mundialmente conhecido por ter escrito “1984”, escreveu, a propósito da enurese: “Eu sabia que fazer chichi na cama era algo de reprovável, mas eu não podia dominar-me.

Cometia assim a falta, involuntariamente, mas não conseguia evitá-la. Vivia com o sentimento de culpa que nunca mais esqueci”.

A enurese pode ser uma manifestação de doença em casos muito raros: infecção urinária, apneia do sono, diabetes, por exemplo. O médico pode apurar as verdadeiras causas após exame da criança e efectuadas análises à urina.

Há quem discuta se a enurese tem causa hereditária. O que está comprovado é que existe uma predisposição familiar que pode dever-se a factores genéticos.

[Continua na página seguinte]

Como agir com a criança que sofre de enurese?

Não a culpando nem humilhando. A criança não faz chichi na cama propositadamente, e sofre com a vergonha associada a esta situação. É fundamental desdramatizar a enurese, agir positivamente, estimulando a criança.

Páginas: 1 2 3

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.