Quando o cabelo cai… - Médicos de Portugal

A carregar...

Quando o cabelo cai…

30 Agosto, 2014 0

Perder cabelo é natural. E há alturas do ano em que há mais probabilidade de cair: assim é no Outono. Mas esta queda é temporária e, além disso, há cuidados que podem ajudar a fortalecer o seu cabelo.

O Outono é, tal como a Primavera, uma estação de renovação. O seu símbolo maior é talvez a queda das folhas, sinal de que as árvores se vão preparar para o rejuvenescimento no final dos dias frios. Assim acontece também com os cabelos: habitualmente caem mais nesta altura do ano, um fenómeno que é mais visível nas mulheres na medida em que tendem a ter cabeleiras mais abundantes e o cabelo mais comprido.

Quem é que não se deparou já com a escova cheia de cabelos depois de os escovar? Ou que não ficou já com alguns fios de cabelo entre os dedos no final de um simples passar de mão pela cabeça? Provavelmente já aconteceu à maioria.

E não significa que haja qualquer problema com a saúde do cabelo. A verdade é que todos os dias perdemos cabelo. Em média, cada um de nós possui entre 100 mil a 150 mil fios. E todos os dias há 50 a 100 que ficam pelo caminho. É uma consequência natural do processo de renovação capilar.

O cabelo vive por ciclos, sendo que os fios de cabelo que perdemos diariamente correspondem ao encerrar de um capítulo que vai dar origem a novos cabelos. A primeira dessas fases é a anagénese: é nela que se encontra a maior parte dos nossos cabelos – cerca de 85% – correspondendo ao crescimento activo dos fios, um processo que se prolonga por dois a seis anos, em média.

Os cabelos entram então na fase de transição – a catagénese – durante a qual o crescimento pára: é assim que se encontra menos de um por cento do nosso cabelo, por um período que dura cerca de três semanas. Finalmente, a fase de repouso celular ou telogénese: são cerca de três meses findos os quais os cabelos – cerca de 15% do total – começam a cair, empurrados por novos fios em crescimento. Começa, assim, um novo ciclo.

Estas três fases coexistem em todas as pessoas, o que significa que, a cada momento, há sempre cabelos em crescimento, em repouso e em queda.

Mas há alturas do ano em que há um maior número de folículos em fase telogénica: para cerca de 70% das pessoas esta altura é o Outono, o que explica esta espécie de queda do cabelo sazonal.

[Continua na página seguinte]

Apesar de esta queda de cabelo ser natural, convém não descurar os cuidados com o seu cabelo, nomeadamente fornecendo-lhe os nutrientes que o ajudam a manter-se forte e saudável. Um benefício que pode ser colhido também através da toma de suplementos alimentares, que parecem actuar sobre o tecido conjuntivo e que, para além da sua acção no cabelo, têm um efeito benéfico sobre a saúde e a aparência das unhas e da pele. Sendo suplementos, devem, no entanto, ser tomados sob a orientação de um profissional de saúde.

Páginas: 1 2 3

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.