Conheça melhor o seu cabelo - Médicos de Portugal

A carregar...

Conheça melhor o seu cabelo

28 Agosto, 2014 0

Sabia que o couro cabeludo possui mais de 100 mil fios de cabelo? E que são constituídos sobretudo por uma proteína? Estes são apenas alguns dados que ajudam a conhecer melhor o seu cabelo, meio caminho andado para cuidar melhor dele.

Quando pensamos em cabelo pensamos de imediato nos fios que nos emolduram o rosto, mais ou menos compridos, lisos ou encaracolados, loiros ou nem por isso, secos ou oleosos… Mas, do ponto de vista da dermatologia, o cabelo abrange todos os pêlos que revestem o corpo – e cada um de nós possui, em média, folículos capilares, as minúsculas bolsas onde os pêlos crescem.

Cobrem praticamente todo o corpo, com excepção das palmas das mãos e das solas dos pés. É claro que há pessoas com mais pilosidade do que outras e há pêlos mais discretos do que outros.

Não existem por acaso tantos pêlos. Eles cumprem papéis muito específicos, dependendo da localização. Os da cabeça que penteamos todos os dias servem para muito mais do que embelezar, eles ajudam a preservar o calor. Os pêlos do nariz e das orelhas, que por vezes parecem inestéticos, impedem a entrada de poeiras e outras partículas. Já as pestanas e as sobrancelhas protegem uma zona tão sensível como os olhos, filtrando a luz e as partículas que viajam pelo ar. E a penugem que cobre o corpo, por mais discreta que seja, funciona como uma camada protectora da pele, mantendo-a aquecida.

O que vemos do cabelo é apenas uma das partes – a haste ou fio. É o que está à superfície do couro cabeludo e da pele. Cada fio é constituído por três camadas: a cutícula, o córtex e a medula.

A mais externa é a cutícula, que equivale a uma barreira contra os factores que ameaçam a saúde do cabelo sol, chuva, vento, químicos, produtos de higiene agressivos, secadores, pentes, ganchos…). Mais para o interior, situa-se o córtex, responsável pela elasticidade e resistência do fio. É aí também que se encontra a melanina, a substância responsável pela cor do cabelo, tal como pelo tom da pele. No centro está a medula, uma camada macia: normalmente, apenas nos fios mais grossos, embora a sua ausência não afecte a estrutura do cabelo.

Invisível é a outra parte do cabelo – a raiz, assente na derme do couro cabeludo. É a raiz que alberga os folículos capilares, semelhantes a pequeníssimos sacos onde o cabelo cresce. Em concreto, o crescimento ocorre na papila, que se localiza no fundo de cada folículo e que contém uma artéria que alimenta a raiz. À medida que as células se multiplicam, vai sendo fabricada queratina, uma proteína que contribui para o endurecimento da estrutura do cabelo. Os fios vão subindo ao longo dos folículos até penetrarem no couro cabeludo e ficarem visíveis.

 

O ciclo da vida

O cabelo cresce pela formação de células na base da raiz. Essas células multiplicam-se e formam como que uma placa de tecido, a qual se movimenta em sentido ascendente enquanto, abaixo dela, outras células vão nascendo. A sobreposição de placas faz com que as primeiras vão ficando cada vez mais distantes da sua fonte de alimentação – a raiz – e assim endurecendo por via da queratina: a este processo dá-se o nome de queratinização. Quando isto acontece, as células do cabelo morrem e são estas células mortas que, juntamente com a queratina, formam os fios que irrompem à superfície.

Páginas: 1 2 3 4 5 6

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.