Yoga: Saúde, longevidade e melhor performance das empresas - Médicos de Portugal

A carregar...

Yoga: Saúde, longevidade e melhor performance das empresas

24 Agosto, 2012 0

O actual ritmo de vida incessante reduz, por vezes, a frequência de realização de actividade física. Aprenda com Clotilde Ferreira, professora de yoga, a inverter esta tendência, através da prática de yoga e saiba que esta já é uma realidade em algumas empresas em Portugal.

Quem a observa atentamente não calcula a idade e percurso que tem. Um olhar atento e uma postura de confiança perante a vida e os desafios dão cor aos seus 84 anos dedicados, na sua maioria, ao yoga. Quando lhe perguntamos qual é o segredo para a sua longevidade e saúde a resposta é diversificada, mas assenta em três bases principais: motivação e optimismo; prática do yoga; preocupações gerais com a manutenção da saúde.

Responde a sorrir frisando o gosto de abraçar desafios e o seu permanente desejo de “adaptação aos novos tempos”. Dá aulas quatro vezes por semana no Ginásio Clube Português e, actualmente, está a tirar um curso de informática.

Iniciou a sua vida em África, onde permaneceu 26 anos. Durante 36, fez ginástica de competição, mas não parou. Em 1956, Clotilde praticava equitação de alta competição e o seu médico alertou-a para o facto de esta dever praticar yoga para prevenir futuros problemas de desgaste da lombar.

Foi em Bruxelas que descobriu esta filosofia e prática, uma forma de estar na vida e de trabalhar corpo e mente. Resolveu tirar o curso e começou a dar aulas em Portugal. E a formação não ficou por aqui. “Todos os anos, tirava um curso e concluí o mestrado em pránàyáma (respiração), nos Estados Unidos”, afirma.

 

Preocupação com a saúde

A aparência saudável de Clotilde explica-se igualmente, segundo afirma, pelo seguimento de uma dieta vegetariana há cerca de 30 anos. “Não como carne vermelha há 40 anos, porque desgosto. Como uma ou duas vezes por mês frango. Assumo-me como vegetariana, principalmente, porque gosto.”

Acrescenta ainda que, por vezes, come queijo fresco e os restantes alimentos praticamente sem sal. Mas não pára por aqui. Faz caminhadas diárias de uma hora que a ajudam a concentrar-se para as suas aulas e a estimulá-la a abraçar as mudanças que um mundo célere traz.

 

O que é o yoga?

O yoga divide-se em quatro vertentes principais e que são as seguintes: respiratória (pránàyáma), física (ásana), mental/psicológica (meditação) e relaxamento. A respiração está na base desta prática, daí que seja fundamental “saber respirar e descobrir para que serve cada tipo de respiração”, justifica a professora que pratica seis horas de yoga por dia de aula. Os ásana (exercícios físicos) decorrem de um estado de relaxamento e de uma respiração adequada, sublinha Clotilde Ferreira que explica que cada ásana tem uma respiração específica.

Salienta que este tipo de trabalho apenas deve ser realizado se os alunos não apresentarem problemas de saúde opostos à prática de yoga, daí a importância da interacção professor (a) e aluno (a) aquando da introdução às aulas de yoga.

 

Yoga para empresários

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.