VIII Congresso da SPEM Discute Terapêutica na Esclerose Múltipla - Médicos de Portugal

A carregar...

VIII Congresso da SPEM Discute Terapêutica na Esclerose Múltipla

29 Novembro, 2011 0

Na conjuntura actual, como garantir a acessibilidade de cada doente ao tratamento adequado ao seu caso clínico específico? Esta é uma das questões que doentes, médicos, psicólogos e Indústria Farmacêutica, vão discutir no VIII Congresso Nacional da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM).

Um fórum que pretende antecipar o Dia Nacional da Pessoa com EM e analisar a fundo questões fundamentais da gestão da patologia: a actualidade da terapêutica, a importância da personalização do tratamento como forma de conseguir uma melhor adesão e garantir um maior sucesso da gestão da EM.

Para discutir estas temáticas, a SPEM recebe no Auditório da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa a Dr.ª Lívia Sousa, Neurologista dos Hospitais da Universidade de Coimbra; o Prof. Doutor Luís Maia, Psicólogo da Universidade da Beira Interior; a Eng.ª Paula Costa, Coordenadora do Núcleo de Estudos e Análise da APIFARMA; o Enf. Carlos Cordeiro do Hospital de Santa Maria e a Dra. Alexandra Duque, Psicóloga Clínica da SPEM.

 

VIII Congresso Nacional da SPEM

A Terapêutica na Esclerose Múltipla

 

 

Local: Auditório da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa 
(Av.ª Prof. Gama Pinto, junto ao Hospital de Santa Maria)

 

 

Data: Sábado 03 de Dezembro de 2011 
Hora: 09:00 – 16:00H
FAÇA O DOWNLOAD DO PROGRAMA
(Documento associado.pdf)

 

 

Sobre a Esclerose Múltipla (EM)

A EM é uma doença do sistema nervoso central. É uma patologia inflamatória, crónica, desmielinizante e degenerativa que interfere com a capacidade em controlar funções como a visão, locomoção e equilíbrio. Em Portugal, estima-se que existam mais de 5.000 doentes com EM dos quais apenas 3.500 receberão tratamento, já que muitos casos não estão diagnosticados. A EM é uma patologia que pode desencadear-se desde muito cedo, aos 20 anos. Os sintomas manifestam-se por surtos e podem piorar progressivamente até à paralisia, alterações da fala e perdas visuais. A EM não tem causa ou cura conhecida.

 

Sobre a SPEM

A SPEM é uma instituição privada de solidariedade social que completa 27 anos de existência e cuja missão é contribuir para a melhoria das condições de vida do portador de esclerose múltipla e respectivos cuidadores. Neste âmbito, a SPEM intervém junto dos poderes públicos e organismos competentes, especialmente nas áreas da saúde e social, no sentido da maior eficiência na divulgação da informação pertinente sobre a patologia e acesso às respectivas terapias. A acção da instituição estende-se a toda a sociedade civil, como forma de sensibilização para a existência de uma realidade cujas consequências impõem o apoio de todos, para que possam ser satisfeitas as necessidades específicas dos portadores e, simultaneamente, garantir-lhes plena e digna integração social.

 

Um fórum que pretende antecipar o Dia Nacional da Pessoa com EM e analisar a fundo questões fundamentais da gestão da patologia: a actualidade da terapêutica, a importância da personalização do tratamento como forma de conseguir uma melhor adesão e garantir um maior sucesso da gestão da EM.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.