Pequenas contusões: Evitar o inchaço - Médicos de Portugal

A carregar...

Pequenas contusões: Evitar o inchaço

24 Dezembro, 2014 0

Não é preciso sermos grandes desportistas nem estar sujeitos a muitos esforços para desenvolver uma pequena contusão muscular. Basta tropeçar, bater na esquina de um móvel e, de imediato, sentimos dor e dificuldade de movimentar a região muscular afectada.

As contusões musculares são responsáveis por cerca de 60 a 70 por cento das lesões relacionadas com a prática de desporto. Mas também em casa, no jardim, ou na rua estamos sujeitos a dar uma pancada com uma parte do nosso corpo, que, de imediato, incha e provoca dor.

A ruptura de vasos e fibras musculares, que ocorre após um traumatismo provocado por uma queda ou uma pancada, provoca o inchaço dos músculos afectados, devido à acumulação de sangue. Dessa forma, aparece um hematoma, que não é mais que uma acumulação localizada de sangue, geralmente um coágulo, num tecido ou órgão do nosso corpo.

De imediato, dever-se-á aplicar gelo ou compressas com água fria, de forma a produzir a diminuição do fluxo de sangue arterial (vasoconstrição).

A aplicação de frio na zona afectada deverá ser feita várias vezes por dia para ajudar a diminuir a hemorragia e o inchaço. E lembre-se: quanto mais cedo você aplicar gelo após a lesão, menor sangramento irá resultar.

Se possível, deverá elevar o membro com o hematoma. Desta forma, reduz o fluxo de sangue ao local, reduzindo o inchaço.

Para além do tratamento com frio e elevação do membro contundido, é aconselhável não esforçar o membro afectado, fazendo repouso. No caso de dores fortes, poder-se-á recorrer a um analgésico para aliviar as dores.

Por vezes, a pressão aplicada no local pode ser útil para reduzir o sangramento e o inchaço. Poderá usar uma ligadura elástica, tendo o cuidado de verificar se não está demasiado apertada.

Quando contactar o médico
• Se suspeitar de uma infecção;
• Se aparecer febre;
• Se criar um edema circundante, vermelho e com pus no local do embate;
• Suspeitar de uma ruptura muscular, um problema mais grave;
• No caso de contusões graves na zona da cabeça com forte dor de cabeça, alteração do nível de consciência, confusão, perda de equilíbrio, vómitos ou convulsões.

As contusões musculares são responsáveis por cerca de 60 a 70 por cento das lesões relacionadas com a prática de desporto. Mas também em casa, no jardim, ou na rua estamos sujeitos a dar uma pancada com uma parte do nosso corpo, que, de imediato, incha e provoca dor.

A ruptura de vasos e fibras musculares, que ocorre após um traumatismo provocado por uma queda ou uma pancada, provoca o inchaço dos músculos afectados, devido à acumulação de sangue. Dessa forma, aparece um hematoma, que não é mais que uma acumulação localizada de sangue, geralmente um coágulo, num tecido ou órgão do nosso corpo.

De imediato, dever-se-á aplicar gelo ou compressas com água fria, de forma a produzir a diminuição do fluxo de sangue arterial (vasoconstrição).

A aplicação de frio na zona afectada deverá ser feita várias vezes por dia para ajudar a diminuir a hemorragia e o inchaço. E lembre-se: quanto mais cedo você aplicar gelo após a lesão, menor sangramento irá resultar.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.