Grupo de investigadores cria observatório português das Leishmanioses - Página 4 de 4 - Médicos de Portugal

A carregar...

Grupo de investigadores cria observatório português das Leishmanioses

17 Setembro, 2008 0

Os animais afectados pode apresentar um ou mais dos seguintes sintomas – queda de pelo, emagrecimento, fraqueza geral, apatia, febre irregular, feridas persistentes (Leishmaniose Cutânea), dilatação do fígado ou do baço (Leishmaniose Visceral), aumento exagerado das unhas, vómito e sangramento nasal.

Um cão que está dentro de casa, bem alimentado, desparasitado e vacinado, constitui um risco mínimo de infecção. Contudo, um cão abandonado está mais sujeito a agentes infecciosos.

Páginas: 1 2 3 4

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.