Terapia Ocupacional - Médicos de Portugal

A carregar...

A integração sensorial » uma abordagem do terapeuta ocupacional em pediatria.

Integração Sensorial – O Conceito

A Teoria da Integração Sensorial provém de uma vasta pesquisa desenvolvida por A. Jean Ayres, licenciada em Terapia Ocupacional e outros Terapeutas Ocupacionais e Fisioterapeutas, baseada nos conhecimentos de neuropsicologia, neurologia, neurodesenvolvimento e fisiologia, que posteriormente vieram desenvolver a teoria e técnicas de tratamento.

Segundo a Teoria da Integração Sensorial, aprendizagem baseia-se nas experiências sensório-motoras e depende da capacidade da criança em receber informações sensoriais provenientes da interacção do corpo com o meio ambiente, processando e integrando essas informações no sistema nervoso central, para posteriormente poder utilizá-la de uma forma organizada e adaptada.

Toda a informação que recebemos acerca do mundo vem através dos nossos sistemas sensoriais. A Integração Sensorial trabalha em vários sistemas que nos integram, tais como, Sistema Táctil, Vestibular e Proprioceptivo.

A maior parte desses processos ocorrem no nosso sistema nervoso a um nível inconsciente, normalmente não nos apercebemos deles. Apesar de todos estarmos familiarizados com os sentidos que envolvem o sabor, o cheiro, a audição e a visão, a maioria de nós não se apercebe que o nosso sistema nervoso também “sente” o toque, o movimento, a força da gravidade, e a posição do corpo. Assim como os olhos detectam a informação visual e relacionam-na no cérebro para interpretação, todos os sistemas sensoriais têm receptores que recolhem a informação para ser interpretada pelo cérebro.

Os sistemas táctil, vestibular e proprioceptivo começam a funcionar muito cedo na vida, até mesmo antes do nascimento. Estes sistemas sensoriais básicos estão intimamente conectados uns com os outros e formam interconexões com outros sistemas do cérebro à medida que o desenvolvimento se processa. A interligação entre os vários sentidos é complexa e necessária para que possamos interpretar a situação correctamente e elaborar uma resposta apropriada. É esta organização dos sentidos que se denomina Integração Sensorial.

Disfunção de Integração Sensorial

A idade dos três aos sete anos, representa um período crítico muito importante para o desenvolvimento normal da integração sensorial. Trata-se de um período na vida da criança em que o cérebro se encontra mais apto para receber e organizar a informação sensorial.

Para a maioria das crianças a Integração Sensorial desenvolve-se no decurso das actividades/brincadeiras de um desenvolvimento normal. O planeamento motor surge naturalmente como resultado desse processo e é a capacidade para responder a um input sensorial de uma forma adaptativa.

Mas para algumas crianças a Integração Sensorial não se desenvolve tão eficazmente como deveria. Quando o processo de Integração Sensorial está desorganizado, um número de problemas na aprendizagem, no desenvolvimento ou no comportamento podem-se tornar evidentes.

Sinais de Disfunção de Integração Sensorial

Nem todas as crianças com problemas de aprendizagem, de desenvolvimento ou de comportamento têm como base desordens de Integração Sensorial. No entanto, existem alguns sinais que podem ser indicadores de esse tipo de desordem.

Exemplo de alguns sinais possíveis temos:

» Hiper-reacção ao toque, movimento, luz ou som;

» Hipo-reacção à estimulação sensorial;

» Nível de actividade invulgarmente alto ou invulgarmente baixo;

» Problemas de coordenação;

» Atraso na fala, linguagem, aptidões motoras ou académicas;

» Pobre organização do comportamento;

» Pobre auto-conceito (baixa auto- estima).

Geralmente uma criança com desordem de Integração Sensorial pode apresentar mais do que um dos sinais acima referidos.

Se suspeita que a criança enquadra estes sinais, pode ser efectuada uma avaliação por um Terapeuta Ocupacional (T.O).

Essa avaliação consiste em testes standartizados e em observações estruturadas promovidas pelo brincar, observando as respostas tácteis, proprioceptivas e vestibulares.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.