Se é diabético, aprenda a fazer uma alimentação saudável! - Médicos de Portugal

A carregar...

Se é diabético, aprenda a fazer uma alimentação saudável!

21 Abril, 2008 0

É reconhecido que a alimentação é a base do tratamento da diabetes, pois contribui para manter as glicemias normais ao longo do dia, atingir níveis normais de colesterol e triglicerídeos no sangue, normalizar o peso e, assim, reduzir os riscos e a frequência das complicações desta doença.

Hábitos alimentares saudáveis, em tudo semelhantes aos das pessoas não diabéticas e que pretendem manter um bom estado de saúde, são fundamentais para a manutenção do seu estado de saúde. Assim, se é diabético, juntamente com toda a sua família, deve seguir as seguintes recomendações: – As refeições, quer as principais quer as intercalares, devem ser agradáveis, comidas a horas certas e com tempo para as fazer. Assim, comece o seu dia com um pequeno-almoço equilibrado e completo, na primeira hora da manhã. Depois, ao longo do dia, não esteja mais do que 3 – 3,5 horas sem comer. Assegure que o jejum nocturno não ultrapassa as dez horas; – Tente planear as refeições com antecedência, procurando receitas de alimentação saudável. Opte por uma culinária simples e agradável, dando preferência aos cozidos, grelhados, estufados em cru sem refogado prévio, ou assados simples, em papel de alumínio, com limão, tomate e ervas aromáticas. Evite, sempre que possível, confecções culinárias muito exigentes em gordura, como os fritos, refogados, assados no forno. Tão importante como controlar a quantidade, é saber como escolher as gorduras mais saudáveis. Reduza as gorduras saturadas (natas, manteiga, gordura das carnes vermelhas, peles das aves, produtos de salsicharia e charcutaria), dando preferência às gorduras monoinsaturadas, como é o caso do azeite e do óleo de amendoim, para temperar e para cozinhar. Reduza também a quantidade de sal. Não use caldos de carne e na preparação de refeições utilize mais ervas e legumes aromáticos; – Comece sempre as refeições do almoço e jantar com uma sopa de legumes. Os legumes, para além de serem comidos na sopa, devem também ocupar metade do seu prato principal. A carne e o peixe devem ser consumidos na quantidade indispensável, e nada mais do que isso, dando preferência ao peixe e carnes brancas. Relativamente ao pão, batata, arroz, massa e leguminosas secas, podem e devem estar presentes na alimentação do diabético. Quanto à fruta, coma duas a três peças de fruta por dia. Pode comer toda a fruta, mas em certos casos, como os figos, dióspiros, uvas, bananas e frutos tropicais, por serem mais doces, devem ser consumidos em quantidade mais restrita e sempre depois das refeições; – Não coma açúcar nem alimentos com açúcar adicionado (refrigerantes, compotas, bolos, chocolate,..). Se as suas glicemias estiverem controladas, pode comer moderadamente, em dias de festa, um doce, mas sempre depois das refeições; – Beba pelo menos 1,5 l de água por dia; – Varie o mais possível de alimentos. Não coma sempre os mesmos legumes, as mesmas frutas, as mesmas carnes ou os mesmos peixes… Convém, além destas regras, ter presente que cada pessoa diabética é única, até pela fase da doença em que se encontra, pelo que deve consultar o seu nutricionista, que lhe prescreverá um plano alimentar personalizado. Dr.ª Clara Matos Secretaria-geral da Associação Portuguesa dos Nutricionistas Nutricionista do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, EPE

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.