Plataforma online disponibiliza formação em Dor - Médicos de Portugal

A carregar...

Plataforma online disponibiliza formação em Dor

13 Dezembro, 2011 0

A Fundação Grünenthal está a promover o programa PAIN EDUCATION, uma plataforma interactiva que inclui cursos de e-learning abrangentes, sobre os diversos aspectos do tratamento da dor crónica, com acesso e utilização gratuita em www.change-pain.com.pt.

“Com este projecto de formação, baseado na aprendizagem molecular, pretendemos proporcionar uma linha de orientação aos profissionais de saúde, disponibilizando a oportunidade de acesso a conhecimentos práticos para o diagnóstico e tratamento de doentes com dor crónica, de forma gratuita e universal”, explica Jorge Brandão, médico e membro do Conselho de Administração da Fundação Grünenthal.

Um dos focos do PAIN EDUCATION é melhorar a comunicação entre médicos e doentes: “Para o tratamento da dor é fundamental não só ter atenção aos aspectos relacionados com a patologia e com as medidas farmacológicas, mas também é preciso que o médico se empenhe na comunicação adequada com o seu doente”, conclui Jorge Brandão.

O primeiro módulo de formação e-learning sobre “Avaliação da dor e comunicação médico-doente” já está disponível na plataforma online. Cada módulo tem a duração aproximada de 1 hora e é necessário obter uma classificação igual ou superior a 80 % para obtenção do diploma de curso concluído.

O módulo 2 sobre Gestão Multimodal da dor crónica estará disponível a partir de Dezembro e o módulo 3 sobre a gestão farmacológica da dor crónica orientada pelos mecanismos está previsto estar acessível em Fevereiro de 2012. Além dos módulos de formação online, a Fundação Grünenthal vai promover workshops com uma duração aproximada de 5 horas.

O PAIN EDUCATION insere-se na iniciativa internacional Change Pain que visa aumentar o conhecimento sobre as necessidades dos doentes com dor crónica intensa e desenvolver soluções para melhorar o controlo da dor. Esta iniciativa conta com o apoio da Federação Europeia da Associação Internacional para o Estudo da Dor (EFIC), e envolve peritos em Dor de toda a Europa e dos Estados Unidos da América.

A dor crónica é uma situação de dor persistente, e se não for adequadamente tratada, a qualidade de vida das pessoas poderá ser gravemente afectada, podendo conduzir à incapacidade para o trabalho. Em Portugal, a dor crónica afecta mais de 30 por cento da população adulta.

“Com este projecto de formação, baseado na aprendizagem molecular, pretendemos proporcionar uma linha de orientação aos profissionais de saúde, disponibilizando a oportunidade de acesso a conhecimentos práticos para o diagnóstico e tratamento de doentes com dor crónica, de forma gratuita e universal”, explica Jorge Brandão, médico e membro do Conselho de Administração da Fundação Grünenthal.

Um dos focos do PAIN EDUCATION é melhorar a comunicação entre médicos e doentes: “Para o tratamento da dor é fundamental não só ter atenção aos aspectos relacionados com a patologia e com as medidas farmacológicas, mas também é preciso que o médico se empenhe na comunicação adequada com o seu doente”, conclui Jorge Brandão.

O primeiro módulo de formação e-learning sobre “Avaliação da dor e comunicação médico-doente” já está disponível na plataforma online. Cada módulo tem a duração aproximada de 1 hora e é necessário obter uma classificação igual ou superior a 80 % para obtenção do diploma de curso concluído.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.