Patologia: Trombose Venosa Profunda - Médicos de Portugal

A carregar...

Patologia: Trombose Venosa Profunda

19 Abril, 2005 0

Definição: Obstrução de segmento do Sistema Venoso Profundo por trombo, causado por alterações da circulação do sangue (estase) e/ou alterações bioquímicas do sangue, congénitas ou adquiridas (hipercoagulabilidade) e/ou lesão da parede venosa, podendo afectar o membro inferior ou o membro superior..

Sinais e Sintomas
– Dor tipo peso no ombro, que alivia com a elevação deste; se Trombose Venosa Profunda (TVP) do membro inferior, pode agravar com a dorsiflexão passiva do pé.
– Edema do membro afectado, distal à área obstruída (só edema gemelar ou até à raiz da coxa, por ex.), com turgidez dos músculos soleares.
– Possível visualização de veias superficiais dilatadas na raiz do membro afectado (região inguinal ou ombro), nos processos sub-agudos.
– Possíveis alterações da coloração do membro (palidez/cianose) tradutoras de maior gravidade do processo.
– Dor torácica, dispneia, choque, se instalado Tromboembolismo pulmunar (a complicação mais temível da TVP).

Exames de Diagnósticos
– Eco-doppler
– Veno-RMN
– TAC
– Flebografia
– Outros (D-dímeros, Pletismografia, Cintigrafia com Fibrinogénio marcado)

Tratamento
– Terapêutica anticoagulante (Heparina não fraccionada, Heparina de baixo peso molecular, Dicumarínicos).
– Terapêutica trombolítica (Estreptoquinase, Uroquinase, eTPA).
– Trombectomia venosa.
– Interrupção da Veia Cava Inferior (cirúrgica/endoluminal percutânea), para a prevenção do Tromboembolismo Pulmunar.

Prevenção
A prevenção passa pela correcção dos factores passíveis de poder vir a desencdear uma TVP (estase/hipercoagulabilidade/lesão venosa):
– uso de contenção elástica ambulatória em doentes com Insuficiência Venosa Crónica dos membros inferiores ou TVP prévia;
– Uso de contenção elástica ambulatória durante a gravidez;
– Uso de contenção elástica em situações que impliquem muitas horas de imobilidade (viagem de avião de longo curso, por exemplo);
– Uso de contenção elástica/compressão pneumática externa e/ou heparina de baixo peso lolecular em internamentos com alectuamentos prolongados, particularmente em doentes submetidos a cirurgias ou com neoplasias.

Dr.ª Ana Golçalves
[Angiologia e Cirurgia Vascular]

IRV – Instituto de Recuperação Vascolar

www.irv.pt

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.