Exercício em ambientes quentes - Médicos de Portugal

A carregar...

Exercício em ambientes quentes

10 Maio, 2010 0

Quando realizamos exercício em ambientes demasiado quentes, colocamos um stresse fisiológico adicional no nosso organismo. Para além do exercício propriamente dito, o nosso corpo tem de gerir a dissipação de calor de forma a manter a temperatura estável.

Há quatro formas do corpo lidar com a temperatura gerada pelo exercício: condução, convecção, radiação e evaporação. De entre estes mecanismos, a evaporação, através do suor, contribui para cerca de 80% da dissipação da temperatura. Ou seja, qualquer equipamento que dificulte a evaporação, não só está a contribuir para uma diminuição da performance,como está a aumentar os riscos para a saúde.

O suor é maioritariamente constituído por água e sódio. A água provém principalmente do plasma sanguíneo, ou seja, da parte líquida do sangue. Deste modo, quando suamos, o sangue “perde” água, tornando-se mais espesso, isto é, aumentando a proporção da parte sólida (hematócrito: a parte do sangue ocupada fundamentalmente pelos glóbulos vermelhos). O sangue ao tornar-se mais viscoso, vai obrigar a um maior esforço do coração para o bombear, aumentando, deste modo, o risco de acidente cardiovascular.

 

A sede

Importa realçar a ideia de que a perda exagerada de líquidos – desidratação – não é imediatamente acompanhada pela sede. O mecanismo da sede é atrasado relativamente às necessidades, o que significa que quando temos sede estamos já em perda de líquidos. Este facto é particularmente importante nas pessoas mais idosas (por isso há tantos casos de internamento hospitalar por desidratação em idosos durante o verão) e nas crianças em que a necessidade de hidratar responde mais tardiamente do que num adulto jovem.

 

Regras a observar

Eis algumas regras importantes a cumprir durante o exercício em ambientes quentes:

» Use cremes hidratantes para a pele, particularmente para as superfícies em contacto (cotovelos,calcanhares, axilas);

» Prefira a manhã e o final da tarde. Todavia, não se esqueça de ver e ser visto pelos automobilistas;

» Mesmo quando está a fazer exercício na água ao ar livre, deve utilizar uma protecção para o tronco e ombros;

» Não se esqueça de proteger a cabeça;

» Beba antes, durante e depois. Antes para aumentar as reservas, durante para manter o equilíbrio hídrico e depois para compensar o gasto;

» As bebidas deverão estar ligeiramente frias;

» Não ingira bebidas demasiado doces porque aumentam o tempo de permanência no estômago. Não produzem benefícios energéticos relevantes e tornam-se desconfortáveis;

» Se não tiver contra-indicação, pode adicionar um pouco de sal à sua bebida, em ambientes quentes e húmidos;

» As sapatilhas deverão ser confortáveis e não demasiado finas para tornarem mais difícil a passagem do calor do solo para os pés;

» As meias deverão estar ajustadas ao pé e deverão ser absorventes.

Health & Wellness

executivehw.com

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.