Doenças da Tiroide: Especialistas alertam para a importância do diagnóstico precoce - Médicos de Portugal

A carregar...

Doenças da Tiroide: Especialistas alertam para a importância do diagnóstico precoce

27 Maio, 2014 0

A Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM)/Grupo de Estudo da Tiroide e a BIAL, assinalando o Dia Internacional da Tiroide, que se comemora no próximo 25 de Maio, procuram chamar a atenção da opinião pública para a importância do diagnóstico precoce das doenças da tiroide, e para a importância da suplementação de iodo na gravidez, uma vez que existe uma elevada taxa de cura quando estas patologias são detetadas a tempo.

Para assinalar este dia, a SPEDM/Grupo de estudo da Tiroide e a BIAL realizarão várias ações de sensibilização, nomeadamente rastreios da função tiroideia a decorrer no IPATIMUP, no Porto. No dia 26 de maio, e durante toda a semana, serão distribuídos, em diversas de unidades de saúde do país, vários folhetos informativos dirigidos às Grávidas sobre estas patologias e a necessidade de aporte de iodo na gravidez.

Por outro lado, algumas das principais sociedades de endocrinologia e ginecologia do país associaram-se a esta causa através da produção de um jornal exclusivamente dedicado ao tema da tiroide, que será distribuído nos vários hospitais do país e principais interfaces de transportes da Grande Lisboa e Grande Porto.

UMA DOENÇA QUE AFETA 1 MILHÃO DE PORTUGUESES

As doenças da tiroide afetam cerca de 200 milhões de pessoas em todo mundo. Em Portugal estima-se que um milhão de portugueses sofra de alterações da função tiroideia.

A tiroide é uma das glândulas mais importantes do corpo humano, responsável por regular o metabolismo e por assegurar o bom funcionamento do organismo. Das várias doenças da tiroide, o hipotiroidismo e o hipertiroidismo são as mais frequentes, com especial incidência no sexo feminino.

Ansiedade, depressão, cancro da tiroide, infertilidade e deficiência de iodo são apontadas como as principais razões pelas quais devemos estar atentos às doenças da tiroide. Nas crianças, os impactos dos problemas da tiroide fazem sentir-se especialmente ao nível do desenvolvimento físico e mental, provocando dificuldades na aprendizagem e no desempenho escolar.

A IMPORTÂNCIA DO IODO NO COMBATE ÀS DOENÇAS DA TIROIDE

Um dos principais fatores de risco, para o aparecimento de alterações da função da tiroide, é o défice de iodo. Em 2010, uma investigação do Grupo de Estudo da Tiroide da SPEDM, concluiu que as grávidas portuguesas têm um nível insuficiente de iodo, de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde. A carência de iodo é mencionada como a principal causa mundial de atraso mental na criança e estima-se que cerca de 13% da população mundial seja afetada por doenças causadas pela falta deste micronutriente.

O ano passado, a Direção-Geral da Saúde divulgou uma Orientação Clínica em que define que, “as mulheres em preconceção, grávidas ou a amamentar devem receber um suplemento diário de iodo sob a forma de iodeto de potássio desde o período preconcecional, durante toda a gravidez e enquanto durar o aleitamento materno exclusivo”, recomendando a prescrição de medicamento com esta substância ativa, devidamente ajustada a cada caso.

Para assinalar este dia, a SPEDM/Grupo de estudo da Tiroide e a BIAL realizarão várias ações de sensibilização, nomeadamente rastreios da função tiroideia a decorrer no IPATIMUP, no Porto. No dia 26 de maio, e durante toda a semana, serão distribuídos, em diversas de unidades de saúde do país, vários folhetos informativos dirigidos às Grávidas sobre estas patologias e a necessidade de aporte de iodo na gravidez.

Por outro lado, algumas das principais sociedades de endocrinologia e ginecologia do país associaram-se a esta causa através da produção de um jornal exclusivamente dedicado ao tema da tiroide, que será distribuído nos vários hospitais do país e principais interfaces de transportes da Grande Lisboa e Grande Porto.

UMA DOENÇA QUE AFETA 1 MILHÃO DE PORTUGUESES

As doenças da tiroide afetam cerca de 200 milhões de pessoas em todo mundo. Em Portugal estima-se que um milhão de portugueses sofra de alterações da função tiroideia.

A tiroide é uma das glândulas mais importantes do corpo humano, responsável por regular o metabolismo e por assegurar o bom funcionamento do organismo. Das várias doenças da tiroide, o hipotiroidismo e o hipertiroidismo são as mais frequentes, com especial incidência no sexo feminino.

Ansiedade, depressão, cancro da tiroide, infertilidade e deficiência de iodo são apontadas como as principais razões pelas quais devemos estar atentos às doenças da tiroide. Nas crianças, os impactos dos problemas da tiroide fazem sentir-se especialmente ao nível do desenvolvimento físico e mental, provocando dificuldades na aprendizagem e no desempenho escolar.

A IMPORTÂNCIA DO IODO NO COMBATE ÀS DOENÇAS DA TIROIDE

Um dos principais fatores de risco, para o aparecimento de alterações da função da tiroide, é o défice de iodo. Em 2010, uma investigação do Grupo de Estudo da Tiroide da SPEDM, concluiu que as grávidas portuguesas têm um nível insuficiente de iodo, de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde. A carência de iodo é mencionada como a principal causa mundial de atraso mental na criança e estima-se que cerca de 13% da população mundial seja afetada por doenças causadas pela falta deste micronutriente.

O ano passado, a Direção-Geral da Saúde divulgou uma Orientação Clínica em que define que, “as mulheres em preconceção, grávidas ou a amamentar devem receber um suplemento diário de iodo sob a forma de iodeto de potássio desde o período preconcecional, durante toda a gravidez e enquanto durar o aleitamento materno exclusivo”, recomendando a prescrição de medicamento com esta substância ativa, devidamente ajustada a cada caso.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.