Truques para um natal light: no peso e na sua carteira - Página 2 de 3 - Médicos de Portugal

A carregar...

Truques para um natal light: no peso e na sua carteira

9 Dezembro, 2014 0

[Continua na página seguinte]

 

COMBINAÇÕES ALIMENTARES A EVITAR:

– Tabaco e álcool (alteram as mucosas do sistema digestivo, afectando a absorção).
As bebidas natalícias tendem a ser carregadas de calorias ( vinhos generosos, licores, espumantes, cocktails apetitosos, …. ) e são fatais na manutenção do peso.
Um truque será beber um copo de água, por cada cálice de bebida.

– Misturar acompanhamentos ( tipo batata com arroz ).

– Menus com excesso de proteínas ( por ex. peixe com ovo ) impede o aproveitamento do cálcio dos alimentos.

– Refrigerantes ou bebidas muito açucaradas a acompanhar o almoço ou o jantar.

 

CUIDADOS A TER:

– Moderar as quantidades, para evitar grandes sobras e para se manter na linha.
Se tiver menos comida disponível, as tentações serão menores.

– Ingerir alimento várias vezes ao dia e não ficar em jejum mais de 3h, caso contrário, absorve-se mais alimento.

– Incluir sempre legumes crus ou cozinhados nas refeições de carne ou de peixe.
A ingestão de fibra alimentar promove uma redução na absorção dos alimentos e sacia.

– Uma forma de diminuir a ingestão de alimentos calóricos é começar a refeição com um prato de sopa e um 2º prato de peixe ou de carne magra, onde o bacalhau, o peru, o coelho, o borrego são nossos aliados.
Preferir confecções assadas no forno, estufadas em cru. cozidas ou grelhadas.
Após a refeição, terá menos fome e dificilmente irá conseguir comer aperitivos, queijos, frutos secos, doces, …, esses sim, promovem o aumento do peso.

– Doces após a refeição são menos absorvidos pelo organismo, mas…não abuse!!
Os menos calóricos são o arroz doce, o leite-creme, tarte de maçã, uma maçã assada, por ex.

– Não ingerir fritos quentes! ( o açúcar cola-se ao alimento e impede que a gordura saia do alimento, enquanto arrefece e em consequência – mais calorias! ).

– Saiba dizer “não”:
Se insistirem para que coma mais um pouco, simplesmente diga: ” Estou satisfeita/o”.

– Nos dias seguintes às festas, optar por alimentos mais leves ( fruta, cereais integrais, peixe, salada ou legumes, sopa,… ), para o organismo conseguir metabolizar todos os excessos cometidos

 

NA ECONOMIA ALIMENTAR:

1 – Evitar comprar doces. Faça-os em casa.
Quando se compram doces fora ( filhós, azevias, torta de laranja, …. ) não conseguimos saber como se processou a sua confecção, nem qual a qualidade dos ingredientes utilizados na sua elaboração e mais, sai mais barato fazer do que encomendar, o que nos dias de hoje é fundamental.

2 – Sobras:
Pode reaproveitar algumas das sobras de vários alimentos ( peru, couves, bacalhau, batata, grão, …. ) na confecção de roupa velha ( típico da região norte ) que consiste no aproveitamento de bacalhau, batata, couves, ovo, … da noite de consoada; ou fazer uma salada de peru ou uma tarte de carne com legumes.

3 – Aperitivos mais económicos: tremoços e pevides de girassol.
Não descontrolam a linha, ao contrário dos frutos secos ( nozes, amêndoas, pinhões, avelãs, figos, …. ) e pode recorrer a eles, se por ex. o jantar tardar, pois são ricos em fibras que “entretêm” o estômago.

Páginas: 1 2 3

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.