Está sempre na idade de cuidar dos seus dentes - Médicos de Portugal

A carregar...

Está sempre na idade de cuidar dos seus dentes

29 Março, 2012 0

Em todas as etapas da vida, ter uma boa saúde oral é fundamental para manter a saúde geral e constitui um factor determinante para a qualidade de vida. No que se refere ao paciente idoso, esta relação entre saúde oral e saúde geral é ainda mais importante, pois como há um grande número de idosos polimedicados, este facto pode ter repercussões na saúde oral, assim como problemas orais podem afectar a saúde geral do idoso, por vezes já algo debilitada. A intervenção preventiva e/ou curativa do médico dentista é, assim, particularmente importante neste grupo populacional.

A cárie dentária e a doença periodontal são as patologias orais que mais afectam a população idosa. Estas duas doenças têm como principal causa a placa bacteriana, constituída por bactérias produtoras de ácidos que podem levar à destruição dos dentes e à formação de cáries. São também responsáveis pelas doenças dos tecidos de suporte dos dentes (gengivas e periodonto), que se manifestam através de gengivas sangrantes, “inchadas” e “descoladas” dos dentes, mau hálito, o “abanar” dos dentes e a presença de pus entre gengiva e os dentes.

A placa bacteriana pode ser controlada através de uma boa higiene oral, diminuição do número de ingestões de açúcares e a utilização de flúor.

Ao longo dos anos, muitas vezes, os dentes ficam com uma pequena parte da raiz (junto à gengiva) exposta – dente “descarnado”. Esta zona que fica a descoberto suscita mais sensibilidade e favorece o aparecimento de cáries radiculares. Nestes casos, deve evitar-se a escovagem horizontal, o uso de escovas duras e pastas dentífricas abrasivas.

É muito importante a intervenção regular do médico dentista na prevenção e no tratamento da cárie e da doença periodontal, pois a falta de tratamento pode levar à perda de dentes, criando-se condições para surgirem alterações estéticas e funcionais, nomeadamente na fala e na mastigação.

 

Substituir os dentes perdidos

Os dentes perdidos podem e devem ser substituídos por próteses dentárias. O tipo de prótese mais indicado para cada caso vai depender das condições anatómicas e funcionais da boca e da condição de saúde oral e geral de cada pessoa, sendo o médico dentista essencial na escolha do tipo de prótese e na sua manutenção.

[Continua na página seguinte]

Informações úteis

Devem ser feitas regularmente consultas de manutenção para se poder resolver atempadamente algum problema que surja e prevenir outros antes que apareçam.

Sempre que tiver dúvidas sobre a saúde oral, o paciente deve procurar o médico dentista, conversar abertamente com ele e expor-lhe os problemas. Ele poderá ajudá-lo a encontrar a melhor solução para cada caso.

O idoso, desde que seja beneficiário do “Complemento Solidário para Idosos”, dispõe de algum apoio financeiro do Ministério da Saúde para consultas e tratamentos dentários. Para mais informações, deve dirigir-se ao seu o médico de família no Centro de Saúde, que o encaminhará para uma consulta de Medicina Dentária.

Jornal do Centro de Saúde

www.jornaldocentrodesaude.pt

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.