Cirurgia Coronária - Médicos de Portugal

A carregar...

Cirurgia Coronária

17 Abril, 2007 0

A cirurgia de revascularização do miocárdio é também vulgarmente conhecida por cirurgia coronária ou cirurgia de bypass coronário.

O QUE É A DOENÇA CORONÁRIA?

A doença coronária afecta as artéria coronárias na superfície do coração. Estas artérias transportam sangue (com oxigénio e nutrientes) para o músculo cardíaco.

A idade e outros factores, muitos dos quais complexos, provocam o endurecimento destes vasos habitualmente elásticos. Gordura, colesterol e sais minerais constituem aquilo que se designa por placa ateromatosa. A placa ateromatosa pode provocar restrição e resistência à passagem do sangue.

A placa ateromatosa pode também endurecer a parede do vaso. A resistência provocada estimula a formação de coágulos que crescem lentamente diminuindo ainda mais o lúmen do vaso. Pode também crescer subitamente e obstruir totalmente o vaso.

QUAIS SÃO OS EFEITOS DA DOENÇA CORONÁRIA?

Artérias coronárias estenosadas significam que a quantidade de sangue que atinge o músculo cardíaco está diminuído. Cansaço e aperto no peito conhecido como angina do peito, são habitualmente sinais deste problema. Actividade física e emoções fortes também podem provocar esta sintomatologia. Os sintomas são, normalmente, aliviados pelo repouso.

A falta de aporte de sangue ao coração pode provocar um enfarte do miocárdio que corresponde á morte de uma parte do tecido muscular do coração.

O QUE É A CIRURGIA CORONÁRIA?

A cirurgia de revascularização do miocárdio é uma operação ao coração em que são utilizadas artérias e veias de outras partes do corpo para abrir o canal necessário ao restabelecimento do fluxo sanguíneo da coronária doente. A remoção destas artérias ou veias, do braço ou da perna, não implica alteração da irrigação sanguínea na área onde foram removidas.

Tipicamente as artérias utilizadas são removidas dentro do peito por trás do osso esterno (artéria mamária interna), ou do antebraço (artéria radial). A veia habitualmente utilizada é a do interior da perna (veia safena).

Durante a cirurgia estas artérias e veias são ligadas directamente às artérias coronárias na superfície do coração abaixo do local do aperto. Desta forma é restabelecida o fluxo do sangue às zonas onde não estavam a ser irrigadas.

A cirurgia de revascularização do miocárdio pode ser realizada com o apoio de uma máquina coração-pulmão, esta máquina torna possível parar o batimento do coração, permitindo desta forma uma ligação precisa dos novos vasos à artéria coronária.

Algumas cirurgias podem ser feitas sem recorrer a esta máquina, sendo a cirurgia efectuada com a imobilização de apenas um pequeno segmento do coração. O seu cirurgião discutirá consigo qual a melhor técnica a usar para o seu caso particular.

QUAL É O RESULTADO DA CIRURGIA CORONÁRIA?

O objectivo final da cirurgia de revascularização do miocárdio é aumentar o fluxo sanguíneo ao coração. O maior fluxo de sangue deverá eliminar a dor do peito (angina) que aparece com o esforço, diminuir o cansaço e readquirir uma sensação de estar bem.

Outros benefícios incluem a diminuição da probabilidade de um enfarte do miocárdio, da probabilidade de morte súbita e aumento da esperança de vida em pessoas com doença coronária severa.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.