Chega a Portugal novo tratamento para a epilepsia e dor neuropática - Médicos de Portugal

A carregar...

Chega a Portugal novo tratamento para a epilepsia e dor neuropática

3 Outubro, 2007 0

Lisboa, 3 de Outubro de 2005: Os Laboratórios Pfizer apresentam a pregabalina, como o seu mais recente tratamento para a epilepsia: tratamento adjuvante das crises parciais refractárias em adultos, com ou sem generalização secundária, e para a dor neuropática: tratamento da dor neuropática periférica em adultos.

“Estou contente por poder prescrever pregabalina aos meus doentes” referiu o Dr. Edgar Ross, director do Centro de Controlo da Dor, em Brigham, e do Hospital de Mulheres em Boston.

“Até agora temos tido opções limitadas para tratar os doentes com este tipo de dor. Tenho visto os benefícios de pregabalina ao proporcionar um alívio da dor aos meus doentes incluidos no estudo clínico.”

Desenvolvido pela Pfizer, a pregabalina tem um mecanismo de acção que foi recentemente definido e representa um importante avanço no tratamento da dor neuropática.

É o primeiro fármaco aprovado pela U.S. Food and Drug Administration para tratar duas formas distintas de dor neuropática, neuropatia diabética periférica e nevralgia pós-herpética, sendo o primeiro medicamento antiepilético introduzido, em cinco anos.

“A pregabalina demostrou uma diferença real em ajudar a controlar as minhas crises,” disse Teresa N., a quem foi diagnosticada epilepsia em 1996 e participou num estudo clínico de pregabalina. “Até ter incluído pregabalina no meu tratamento, nada resultou”, avançou a mesma.

A dor neuropática, uma das formas mais debilitantes da dor, é causada por lesão/disfunção nervosa que pode resultar de doenças subjacentes como a diabetes.

Quase metade dos 18 milhões de americanos com diabetes irão desenvolver alguma forma de neuropatia diabética no decurso da sua doença.

Outros desenvolverão uma neuropatia periférica dolorosa que é frequentemente descrita como uma queimadura, punhalada, ou agulhas nos pés, pernas, mãos ou braços.

A nevralgia pós-herpética é uma complicação dolorosa, mais ou menos tardia, da infecção aguda pelo vírus herpes zoster, também conhecida por “zona”. Esta complicação atinge sobretudo pessoas mais idosas, é muito incapacitante e pode durar toda a vida.

A epilepsia é uma doença neurológica crónica que afecta cerca de três milhões de americanos e cerca de 100 mil portugueses. Todos os anos surgem, em Portugal 5 mil novos casos.

Na maior parte dos casos a epilepsia é de causa desconhecida, mas na população mais idosa o AVC e as doenças degenerativas são também causas importantes.

A epilepsia pode afectar a capacidade de trabalhar e conduzir, estando também ligada a um conjunto de outros problemas, que podem aumentar a frequência das crises. Apesar de, actualmente, já existirem diversos tratamentos, muitos doentes continuam sem o controlo efectivo das crises.

Os efeitos secundários mais comuns associados à pregabalina, são as tonturas, a sonolência, e outras manifestações do sistema nervoso central, e são, habitualmente, de intensidade ligeira a moderada e transitórios.

MediaHealth® Portugal

www.mediahealthportugal.com

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.