Qualidade no tratamento de doentes oncológicos comprovada por laboratório internacional - Médicos de Portugal

A carregar...

Qualidade no tratamento de doentes oncológicos comprovada por laboratório internacional

8 Junho, 2007 0

O Serviço de Radioterapia do hospitalcuf descobertas, um dos mais modernos e bem apetrechados do País, obteve a classificação de “óptimo” na sequência de uma auditoria independente, feita pelo laboratório da Equal – Estro em Villejuif, França.

A Equal Estro é um laboratório constituído em 1998 com a finalidade de efectuar auditorias externas de feixes radioterapêuticos nos principais centros de radioterapia europeus. Desde o início da sua actividade, cerca de 46% dos centros de radioterapia franceses e 55% dos centros nos restantes países da Europa solicitaram submeter-se a auditorias da Equal. Em Portugal, só Instituto Português de Oncologia e o hospitalcuf descobertas se submeteram a este tipo de avaliação.

A auditoria consistiu na análise de feixes radioterapêuticos (feixes de fotões X), vulgo Raios X, aplicados no tratamento de doentes oncológicos.

Analisado o conteúdo dos referidos feixes de fotões (X6MV e X15MV), verificou-se que os resultados, envolvendo 12 campos de radiação, foram classificados no nível “óptimo” de aceitação (inferior a 3%), o que confirma a qualidade do Serviço de Radioterapia desta unidade da José de Mello Saúde.

A escala de classificação utilizada inclui, para além do nível já referido, um aceitável (entre 3 e 5 %), outro fora do aceitável mas não de emergência (5 e 10%) e um de emergência (acima de 10%). Quando esta última situação acontece, é dada uma segunda oportunidade à equipa residente, que deve repetir o procedimento de irradiação e se o resultado negativo se mantiver, é então enviada uma equipa para ajudar, “in loco”, à resolução dos problemas.

Para que se entenda a necessidade de precisão destes raios, aplicados em doentes oncológicos, se a parametrização não for a correcta, podem provocar lesões graves ou mesmo a morte. Assim, para a instalação deste Serviço são indispensáveis as colaborações de um médico especialista em radioterapia e de um físico, enquanto responsáveis, e de toda uma equipa multidisciplinar residente, constituída por médicos especialistas em radioterapia, físicos, técnicos e pessoal de enfermagem.

O Serviço de Radioterapia do hospitalcuf descobertas conta com uma equipa constituída por dois médicos especialistas em radioterapia, seis técnicos de radioterapia adstritos ao acelerador linear, administrativos e uma equipa de três físicos (um específico para o Controlo de Qualidade Diário).

A Unidade de Radioterapia do hospitalcuf descobertas, com quase dois anos e meio de actividade no tratamento com radiações (ionizantes) de doentes oncológicos, tem instalado um acelerador linear com energias de fotões e electrões, um sistema computorizado de planeamento dos tratamentos e uma rede oncológica com todos os equipamentos do Serviço integrados. Neste momento, recorre ao Serviço de Imagiologia do hospital para a realização dos TACS de planeamento do tratamento dos doentes.

Por outro lado, está a ser instalado neste Serviço um segundo acelerador, que será pioneiro em Portugal, ao integrar técnicas de Radioterapia consideradas actualmente “de ponta”, como seja a Radioterapia com Modulação de Intensidade (IMRT) e a Radioterapia Guiada por Imagem (IGRT) verdadeiramente tridimensional (imagem tipo TAC).

Tem ainda disponível equipamento de dosimetria que permite fazer medições da dose de radiação e analisar os resultados com base em referências e protocolos actuais.

Inaugurado em 2001, o hospitalcuf descobertas, localizado no Parque das Nações, em Lisboa, é uma unidade privada de referência no tratamento de doenças oncológicas, com uma vasta oferta de serviços e com o objectivo de permitir a prestação de cuidados de forma integrada, desde as consultas de oncologia médica e hemato-oncologia, passando pelas consultas multidisciplinares, cirurgia, terapêutica pelas radiações (radioterapia com um acelerador linear e a braquiterapia), tratamentos de quimioterapia em ambulatório e internamento e finalmente a reabilitação.

Páginas: 1 2 3

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.