No VII Congresso Português de Endocrinologia em Vilamoura » Maiores especialistas nacionais e internacionais debatem cancro da tiróide - Médicos de Portugal

A carregar...

No VII Congresso Português de Endocrinologia em Vilamoura » Maiores especialistas nacionais e internacionais debatem cancro da tiróide

25 Janeiro, 2007 0

No âmbito do VII Congresso Português de Endocrinologia, organizado pela Sociedade Portuguesa de Endocrinologia Diabetes e Metabolismo (SPEDM), que decorre entre 26 e 29 de Janeiro, no Vilamoura Marinotel, experts nacionais e internacionais debatem no dia 28 de Janeiro (Sábado), a partir das 9h, os mais recentes avanços na área da patologia da tiróide.

O cancro da tiróide afecta todos os anos, segundo os dados mais recentes, 25 mil pessoas na Europa, provocando cerca de 6 mil mortes. Já em Portugal, estima-se que, anualmente, sejam afectados mais de 500 portugueses com este tipo de carcinoma, entre os quais cerca de 75 acabam por falecer. O cancro da tiróide é cerca de quatro vezes mais frequente nas mulheres do que nos homens.

No último dia do congresso, dia 29, será atribuído o Prémio Prof. E. Limbert da SPEDM/Genzyme à melhor comunicação em patologia da tiróide apresentada no congresso. O prémio é no valor de mil e quinhentos euros. Este prémio pretender marcar o lançamento da Bolsa Prof. E. Limbert a atribuir anualmente, a partir de 2007. Esta bolsa inédita, no valor de cinco mil euros, destina-se a apoiar a formação e a investigação nacional, bem como a estimular o estudo na área da patologia da tiróide.

Numa perspectiva de melhorar a qualidade de vida dos doentes com carcinoma da tiróide, foi elaborado recentemente o Consenso para o Tratamento do Cancro da Tiróide em Portugal, que pretende proporcionar linhas de orientação a todos aqueles que se encontram envolvidos na assistência aos doentes com cancro da tiróide.

O cancro da tiróide afecta todos os anos, segundo os dados mais recentes, 25 mil pessoas na Europa, provocando cerca de 6 mil mortes. Já em Portugal, estima-se que, anualmente, sejam afectados mais de 500 portugueses com este tipo de carcinoma, entre os quais cerca de 75 acabam por falecer. O cancro da tiróide é cerca de quatro vezes mais frequente nas mulheres do que nos homens.

No último dia do congresso, dia 29, será atribuído o Prémio Prof. E. Limbert da SPEDM/Genzyme à melhor comunicação em patologia da tiróide apresentada no congresso. O prémio é no valor de mil e quinhentos euros. Este prémio pretender marcar o lançamento da Bolsa Prof. E. Limbert a atribuir anualmente, a partir de 2007. Esta bolsa inédita, no valor de cinco mil euros, destina-se a apoiar a formação e a investigação nacional, bem como a estimular o estudo na área da patologia da tiróide.

Numa perspectiva de melhorar a qualidade de vida dos doentes com carcinoma da tiróide, foi elaborado recentemente o Consenso para o Tratamento do Cancro da Tiróide em Portugal, que pretende proporcionar linhas de orientação a todos aqueles que se encontram envolvidos na assistência aos doentes com cancro da tiróide.

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.