Exercícios em 30 minutos… só para mulheres - Médicos de Portugal

A carregar...

Exercícios em 30 minutos… só para mulheres

21 Maio, 2010 0

Nascido em Portugal há seis anos, pela mão de Bruno Teixeira, a rede de ginásios Curves já se espalhou de Norte a Sul do País. Aqui, homem não entra. Isto porque os ginásios se destinam exclusivamente ao sexo feminino.

O conceito de ginásio só para mulheres nasceu há 16 anos, no Texas. Gary e Diane Heavin, preocupados com a saúde e bem-estar das mulheres texanas – especialmente do grupo etário a partir dos 35 anos, muitas vezes esquecido – resolveram criar um novo programa de exercícios regulares: trabalhar os músculos em apenas meia hora. O conceito foi tão bem aceite que, passados três anos, começaram a franquear o negócio.

E mais: em apenas 16 anos expandiu-se tão rapidamente que foi considerado pela revista Entrepreneur o franchising com o crescimento mais rápido da história.

Propõe resultados visíveis no controlo de peso e manutenção da forma física com a execução de um treino de resistência muscular que se divide em cinco fases: aquecimento, exercícios aeróbios, exercícios de força, arrefecimento e alongamentos.

Assim, ao ritmo de música agitada e das indicações de um monitor sempre atento, as alunas vão alternando os exercícios entre o tapete e as 12 máquinas idealizadas pelos fundadores da cadeia internacional. Estas máquinas movidas pela força hidráulica têm como principal vantagem para os seus utilizadores o facto de trabalharem dois grupos musculares diferentes e em simultâneo.

As salas, onde se realizam os exercícios, exalam um ambiente puramente feminino. A entrada de homens não é permitida. Mas é aberta uma excepção aos monitores (homens). Implacáveis, estes profissionais não deixam escapar um gesto de fraqueza ou uma postura incorrecta.

 

Rede Portuguesa

Com mas de dez mil ginásios espalhados por 63 países, nos cinco continentes, e cerca de 4 milhões de membros, a Curves tornou-se o “maior franchising de fitness do mundo”, segundo o livro do Guinness Book of World Records. Presente em Portugal há seis anos, a Curves viu-se obrigada a criar uma delegação própria no passado ano. Bruno Teixeira éo seu responsável nacional, função que acumula com a direcção do departamento de informática.

“Tenho como tarefa orientar todos os recursos humanos necessários para dar apoio à rede de franqueados em Portugal. Estes estão divididos pelos quatro níveis de actuação: marketing, comunicação, informática, vendas e operações.”

[Continua na página seguinte]

Os 16 ginásios franqueados, presentes em Portugal, são apenas metade do número que “empresa-mãe” pretende alargar em toda a rede nacional. Segundo o responsável da delegação portuguesa, em cinco anos, está proposto cumprirem este objectivo. “Ao dobrarmos este número de ginásios, vamos expandir este conceito e melhorar o acesso do público feminino a esta oferta. Por isso lanço o desafio: venham experimentar!” A oferta destes ginásios não fica apenas pelo exercício. A cadeia pioneira no fitness para mulheres faz questão de que nada seja deixado ao acaso. Por esse motivo, oferece mensalmente às associadas uma consulta com um nutricionista que as acompanha. 

 

Dois anos exemplares

O Curves de Paço de Arcos foi lançado por dois colegas de faculdade, Pedro Rosado e Pedro Moreira. Ambos tinham o desejo de abrir um negócio próprio. E no meio de muitas hipóteses escolheram o conceito “mais inovador” que encontraram. E porquê um projecto apenas para mulheres?

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.