Consultório: Bem-estar sexual - Médicos de Portugal

A carregar...

Consultório: Bem-estar sexual

29 Março, 2007 0

O Jornal do Centro de Saúde coloca este espaço à tua disposição para expores todas as tuas dúvidas sobre sexualidade. Quem responde é a Dra. Manuela Costa, sexóloga e professora universitária do Departamento de Psicologia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

Estou grávida?

Desde Junho passado que tomo a pílula e a minha ginecologista disse-me que, na segunda caixa de comprimidos, já podia ter relações sexuais sem preservativo. Conclui a 2ª caixa e a menstruação deveria vir dois dias depois, tal como no mês anterior.

Acontece que a menstruação ainda não veio, e eu estou muito preocupada com receio de estar grávida.

Será que é possível estar grávida, tomando a pílula que a minha ginecologista me aconselhou? (25 anos, sexo feminino)

R: Não existe nenhum método contraceptivo 100% seguro. A pílula contraceptiva é um método hormonal fiável na ordem dos 98 / 99% quando tomada correctamente e sendo adequada à utente face à sua história clínica, à sua faixa etária e à sua fisiologia. Dado que foi clinicamente aconselhada, julgo que estará adequada aos preâmbulos anteriores.

A base de funcionamento dos métodos contraceptivos hormonais, reside na inibição do ciclo ovulatório, pelo que deixa de existir um fluxo menstrual, dando lugar a um fluxo sanguíneo por privação. Nos primeiros meses de toma, é frequente a ausência deste fluxo por privação, situação que posteriormente se vai normalizando.

Embora o nosso conselho incida no uso concomitante do preservativo e método hormonal (não só porque praticamente anula o risco de uma gravidez indesejada mas também associa a eliminação do risco de infecções sexualmente transmissíveis) julgo que pode estar tranquila no que concerne a uma possível gravidez.

Esperma

Gostava de saber se é normal o esperma sair da vagina imediatamente após o acto sexual, ou seja, ainda estou deitada e o que acontece é que molha logo o lençol. (sexo feminino)

R: É perfeitamente normal, dependendo da quantidade de esperma, do fluido lubrificante e ainda do diâmetro e anatomia da vagina. Experimenta flectir as pernas durante alguns minutos após o acto sexual.

Ejaculação precoce

Sofro de ejaculação precoce (em torno de um a dois minutos). Já tentei de todas formas controlar-me, fazer exercícios, masturbar-me antes e nada deu resultado. Acredito que seja algum problema físico. Já procurei alguns médicos e nada. O que posso fazer? Existe algum medicamento que me possa ajudar? (52 anos, sexo masculino)

Resposta: O problema da ejaculação precoce é, na maioria dos casos, de índole psicossomática e não psicológica. Contudo, o processo deverá ser iniciado pela observação clínica efectuada por um médico andrologista, o qual prescreverá os exames clínicos necessários, que permitam invalidar, ou não, a hipótese psicológica.

Só após esta prática, e no caso de a este nível não ter sido detectado qualquer problema, é que se impõe a intervenção psicoterapeuta do sexólogo. Não deve tomar nenhum medicamento/produto, sem indicação destes técnicos de saúde, a quem competirá o seu diagnóstico.

Este espaço é teu! Utiliza-o para colocares as tuas dúvidas!

Envia as tuas questões para consultorio@jornaldocentrodesaude.pt ou para Jornal do Centro de Saúde, Beloura Office Park, Edifício 4, Escritório 1.2 – 2710-693 Sintra. Podes ainda deslocares-te ao consultório da Dra. Manuela Costa, sexóloga, na Avenida da Liberdade nº. 202, 4º Dto. Lisboa, Tlm: 934 363 104 Tel.: 213 154 943.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.