Posição da Fileira do Pescado relativamente ao Peixe-gato - Página 2 de 3 - Médicos de Portugal

A carregar...

Posição da Fileira do Pescado relativamente ao Peixe-gato

24 Setembro, 2012 0

Mais informações sobre a Fileira do Pescado em www.fileiradopescado.com.

A Fileira do Pescado reúne as organizações mais representativas do sector das pescas, transformação e comercialização de pescado.

 

Associações que integram a FILEIRA DO PESCADO:

ACOPE – Associação dos Comerciantes de Pescado
Constituída em Janeiro de 1976, na sequência das alterações legislativas que transformaram os organismos corporativos, representativos das actividades económicas, em Associações Patronais. A sua constituição vem, assim, na esteira do Grémio do Armazenistas Distribuidores e Exportadores de Peixe, cujo alvará havia sido concedido em 1973. A ACOPE congrega a nível nacional os comerciantes de pescado, fresco e/ou congelado, primordialmente os comerciantes por grosso, mas também os retalhistas, cabendo-lhe a defesa e a promoção dos interesses colectivos do sector que representa. http://www.acope.pt

ADAPI – Associação dos Armadores das Pescas Industriais
Foi constituída por escritura pública em 19 de Fevereiro de 1975. A ADAPI representa 42 empresas portuguesas de pesca, instaladas ao longo de toda a faixa costeira atlântica do País, procurando defender os legítimos direitos e interesses do colectivo. Essas empresas armam 74 navios que pescam nas modalidades de arrasto e de palangre de superfície, quer em águas sob jurisdição nacional, quer nas ZEE’s de Países Terceiros com os quais a União Europeia celebrou acordos de pesca ou de reciprocidade. Estão ainda inscritos na ADAPI navios-fábrica que operam em águas internacionais sob gestão de Organizações Regionais de Pesca, unidades que dispõem de grande autonomia operacional e de excelentes condições de conservação e preparação do pescado, desde a captura até à sua apresentação como produto acabado.

AIB – Associação dos Industriais do Bacalhau
Foi constituída a 17 de Novembro de 1993 sob a forma jurídica de associação sem fins lucrativos. Em 1998, procedeu à revisão dos seus estatutos, constituindo-se em associação empresarial e patronal. A Associação dos Industriais do Bacalhau é uma associação de empregadores, que tem como objectivo a promoção e desenvolvimento da actividade industrial do bacalhau e defesa e promoção dos interesses empresariais do sector podendo, para isso, prestar serviços de carácter económico e social aos seus associados ou criar instituições para esse efeito. Actualmente conta com 20 empresas associadas que exercem no território nacional a actividade industrial da transformação de bacalhau. http://www.aibportugal.com

ALIF – Associação da Indústria Alimentar pelo Frio
Fundada em 1975, sendo a única Associação empresarial, sem fins lucrativos, que representa em Portugal a indústria de congelação de pescado, bem como a indústria de hortícolas e alimentos pré-cozinhados congelados, e ainda os entrepostos frigoríficos. A Associação de Indústria pelo Frio desenvolve ainda funções de Organismo de Normalização Sectorial (ONS), assegurando a actividade desenvolvida pela CT 25 – Comissão Técnica dos Produtos da Pesca e Aquicultura. http://www.alif.pt

ANICP – Associação Nacional dos Industriais de Conservas de Peixe
Constituída em 1977, tem a sua sede em Matosinhos e representa 90% do sector conserveiro nacional em laboração. As conservas de peixe são um produto genuinamente português e utilizam fundamentalmente três espécies de peixes: a sardinha da espécie “sardina pilchardus (Walbaum)”, capturada na costa portuguesa pela nossa frota do cerco, o atum e a cavala. O destino das conservas de peixe portuguesas é o mercado interno mas essencialmente a exportação para várias partes do mundo, sendo uma fonte de entrada de divisas no nosso país. As conservas de peixe são um produto natural, sem corantes nem conservantes, cuja confecção é elaborada com muito saber e longa tradição

Páginas: 1 2 3

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.