Música ajuda pessoas com doença de Alzheimer - Médicos de Portugal

A carregar...

Música ajuda pessoas com doença de Alzheimer

12 Janeiro, 2011 0

Um estudo, realizado pela Escola de Medicina da Universidade de Boston (BUSM), revela que a música ajuda significativamente a memorização de informação verbal pelas pessoas com doença de Alzheimer, mesmo quando comparadas com pessoas que não sofrem da doença.

Segundo o investigador Brandon Ally, Professor Assistente de Neurologia e Director de Pesquisa de Neuropsicologia do Centro para a Neurociência Translacional Cognitiva da BUSM, os resultados do estudo confirmam que o reconhecimento das letras de músicas acompanhadas por melodia é superior ao reconhecimento de letras apresentadas na forma falada. Dos participantes com doença de Alzheimer, 40% conseguiu reconhecer as letras das músicas acompanhadas por melodia, enquanto apenas 28% conseguiu reconhecer as letras apresentadas na forma falada. Contudo, e contrariamente ao esperado pelos investigadores, a música não ajudou a memorização e reconhecimento nos participantes do grupo de controlo.

As conclusões do estudo sugerem uma diferença fundamental nos processos de codificação e recuperação de informação em pessoas com doença de Alzheimer e em idosos saudáveis, quando sujeitos a estímulos musicais e não musicais, visto o seu processamento ser responsável pelo desencadeamento de um processo que envolve todas as áreas cerebrais – mais lento nas áreas do cérebro associadas à memória em pessoas com doença de Alzheimer. O processamento de estímulos musicais pode permitir o desenvolvimento de terapias para a melhoria da memória recente em pessoas com doença de Alzheimer.

O Estudo
O estudo, publicado online pela Neuropsychologia, comparou a capacidade de memorização de letras de 40 músicas diferentes por um grupo composto por pessoas com doença de Alzheimer e um grupo de controlo composto por idosos saudáveis. Metade das letras das músicas utilizadas no estudo foram apresentadas aos participantes acompanhas por melodia e a restante metade foi apresentada apenas na forma falada. Após cada apresentação foi solicitado aos participantes que indicassem se reconheciam a letra exposta.
http://www.bu.edu/phpbin/news/releases/display.php?id=2078 

 

A Doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer, de causa ainda desconhecida, provoca a neurodegeneração e o consequente agravamento, progressivo e irreversível, das funções cerebrais culminando na total perda de autonomia. Os sintomas iniciais da Doença de Alzheimer incluem perda de memória, desorientação espacial e temporal, confusão e problemas de raciocínio e pensamento, provocando alterações no comportamento, na personalidade e na capacidade funcional da pessoa, dificultando a realização das suas actividades de vida diária.

Estima-se que, em Portugal, mais de 90 mil pessoas sofrem desta doença que atinge, maioritariamente, a faixa etária a partir dos 60 anos. Todos os anos, na Europa, são diagnosticados 800 mil novos casos.

Hill & Knowlton Portugal

www.hillandknowlton.com

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.