Porque nos cai o cabelo? - Médicos de Portugal

A carregar...

Porque nos cai o cabelo?

11 Julho, 2014 0

A queda de cabelo é um fenómeno natural do funcionamento do ser humano. É considerada uma queda normal quando perdemos entre 100 a 120 fios de cabelo durante o dia, no momento da escovagem. É normal encontrarmos um cabelo ou outro caído no ombro ou na almofada ao acordar.

Mas para uma grande parte das pessoas não é assim que acontece. Estima-se que cerca de 60% dos homens e mais de 30% das mulheres sofra de perda de cabelo patológico, isto é, de forma que não é natural.

A maioria dos casos refere-se a situações de stress intenso que tendem a potenciar a perda de cabelo ou alguma falha vitamínica que pode ser facilmente reposta com novas escolhas no menu ou com a toma de suplementos próprios para fortificar os folículos.

Mas para uma grande parte das pessoas que sofrem de perda de cabelo, tornou-se um problema crónico e progressivo. Como já vimos é muito comum nos homens, mas as mulheres também podem ser afetadas, especialmente em períodos de alteração hormonal como é a menopausa ou a gravidez, ou até relacionado com situações de ovários poliquísticos.

A Alopecia Androgenética – é como se chama a patologia que vulgarmente chamamos de calvície – é uma predisposição genética para perder cabelo. Pode ser hereditária. Se algum dos seus pais padeceu do problema, é muito provável que também venha a sofrer.

Por outro lado, há a perda de cabelo relacionada com as agressões exteriores. Também são muitíssimo comuns: cabelos demasiado pintados, permanentes e alisamentos, tissagem, escovagem extrema. Existe ainda uma outra patologia, esta do foro psicológico, denominada de tricotilomania, onde o doente arranca os seus próprios cabelos, como tique nervoso.

Estas são as razões mais comuns porque perdemos cabelo, mas saiba que há sempre forma de prevenir algumas (fazendo alimentação equilibrada), soluções cosméticas (loções de aminoxidil e vitamina B5) e para casos de existência de zona calva onde os cabelos já perderam densidade (Transplante Capilar).

O método de transplante Capilar FUE é o mais eficaz e o que produz resultados mais naturais, já que se retira da zona dadora (nuca) os cabelos, um a um, e se implanta também um a um, na zona calva (coroa e frente). Também as mulheres podem fazer este procedimento para densificar as zonas onde perderam cabelo.

Mas para uma grande parte das pessoas não é assim que acontece. Estima-se que cerca de 60% dos homens e mais de 30% das mulheres sofra de perda de cabelo patológico, isto é, de forma que não é natural.

A maioria dos casos refere-se a situações de stress intenso que tendem a potenciar a perda de cabelo ou alguma falha vitamínica que pode ser facilmente reposta com novas escolhas no menu ou com a toma de suplementos próprios para fortificar os folículos.

Mas para uma grande parte das pessoas que sofrem de perda de cabelo, tornou-se um problema crónico e progressivo. Como já vimos é muito comum nos homens, mas as mulheres também podem ser afetadas, especialmente em períodos de alteração hormonal como é a menopausa ou a gravidez, ou até relacionado com situações de ovários poliquísticos.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.