Herpes Labial - Página 3 de 3 - Médicos de Portugal

A carregar...

As recorrências parecem ser menos frequentes depois dos 35 anos.

É de notar que tanto a primo-infecção como as recorrências podem não ter sintomas e portanto passar desapercebidas.

 

Diagnóstico

O diagnóstico de HL é geralmente fácil pelo aspecto e sintomas das lesões e da sua história. Raramente será necessário efectuar análises específicas para determinar qual o tipo de vírus é o responsável, que como referido anteriormente é mais frequentemente o Herpes Simples tipo 1.

O diagnóstico diferencial faz-se sobretudo com as aftas.

 

Tratamento

O tratamento da infecção herpética não é curativo mas pretende limitar a crise e diminuir a transmissão. Deve ser iniciado o mais precocemente possível no primeiro dia para uma melhor eficácia e pode ser feito com anti-víricos orais, como o aciclovir ou o valaciclovir.

Na primo-infecção será também necessário tratar a dor e outros sintomas.
A pomada de aciclovir só poderá ser útil em lesões limitadas, devendo ser aplicada com cotonete.

Se as crises forem ligeiras e pouco sintomáticas pode não se efectuar nenhum tratamento.

 

Prevenção

A prevenção do aparecimento das crises começa por tentar reduzir os factores desencadeantes. Assim se, por exemplo, a exposição solar for um factor importante deverá ser feita adequada protecção solar, para diminuir o risco.

Se as crises forem muito frequentes e incomodativas pode fazer-se o tratamento contínuo com os antivíricos orais durante meses na tentativa de as impedir. Mas mesmo sob este tratamento elas podem surgir e quando o tratamento é interrompido as crises reaparecem.

Também é importante prevenir o contágio mas apesar do risco de transmissão ser maior quando há os sintomas, também pode existir libertação do vírus em fases assintomáticas. Quando existem lesões os doentes devem lavar as mãos, evitar beijar e não partilhar objectos contaminados.

Estão em estudo vacinas específicas mas ainda não evidenciaram eficácia na prevenção ou tratamento.

 

Dra. Filomena Azevedo,
Directora do Serviço de Dermatologia e Venereologia
do Hospital de S. João, E.P.E.

Páginas: 1 2 3

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.