A importância da higiene oral - Médicos de Portugal

A carregar...

A importância da higiene oral

8 Agosto, 2010 0

O seu sorriso fala por si. Ele indica não só o seu estado de espírito, como também revela uma série de hábitos de nutrição, higiene e saúde.

Dentes manchados ou escurecidos podem revelar que é fumador ou que come alimentos com pigmentos fortes (beterraba, frutos vermelhos, vinho tinto, chá, café), todas estas manchas são externas e conseguem ser removidas na consulta de Higiene Oral. No entanto, existem outras manchas que são internas aos dentes e nesses casos só fazendo um branqueamento dentário para as remover e conseguir “aquele” sorriso branco! O seu hálito também é revelador, pode variar ao longo do dia bem como ao longo da vida, sabia? Este é alterado por problemas respiratórios, acidez do estômago, existência de cáries ou porque a sua higiene oral não está tão perfeita como devia, e mais simples que tudo… escovar a língua todos os dias especialmente na porção mais posterior remove a maioria das bactérias que podem provocar este hálito alterado.

E sem dar conta de nada…quanta informação disponível, mesmo sem dizer uma palavra!

Em Portugal, os estudos recentes feitos nesta área revelam números assustadores:
• mais de 20% dos adolescentes não lava os dentes diariamente.
• 13% Nunca foi ao dentista
• mais de 40% dos que já foram ao dentista foram motivados por dor e problemas dentários.
• Só 4% usam fio dental.

Escolher sempre uma escova MACIA para não desgastar o esmalte e não traumatizar a gengiva, não é necessário comprar uma escova topo de gama, temos áreas de saúde, farmácia e nos supermercados já existe uma zona só dedicada á Higiene Oral…mil opções!!! Deve ser usada com dentífrico, pelo menos duas vezes por dia durante 2 minutos, a técnica de escovagem aconselhada deve ser feita com a escova direccionada para a gengiva, fazendo movimentos de vai-vém ou circulares. Durante o dia produzimos saliva que tem uma acção de auto-limpeza, enquanto dormimos a produção de saliva diminui substancialmente e os dentes, se não foram lavados, ficam a sofrer a acção bacteriana durante a noite, por isso, nunca esquecer a escovagem da noite ela é fundamental. Deve trocar a sua escova sempre que as cerdas estiverem danificadas ou de 3 em 3 meses.
A escova deve ser guardada num recipiente com as cerdas para cima e sem capa protectora porque esta não permite a secagem completa da escova promovendo um ambiente húmido, propício à multiplicação de bactérias.

Escolher uma pasta de dentes parece ser fácil no entanto é uma tarefa complicada que deve ser feita em conjunto com o seu higienista oral ou médico dentista. São eles que fazem o diagnóstico da sua saúde oral, aconselhando a pasta mais adequada para os seus dentes, isto porque existem pastas com indicações específicas para problemas gengivais, de sensibilidade, cáries, etc.
As crianças não podem colocar na escova de dentes a mesma quantidade de pasta que os adultos. Os adultos devem colocar a quantidade de pasta igual ao tamanho de uma ervilha e as crianças tamanho da unha do dedo mindinho da criança.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.