Queda de cabelo: sim à prevenção! - Médicos de Portugal

A carregar...

Queda de cabelo: sim à prevenção!

24 Maio, 2007 0

Conhecendo as causas que provocam a queda de cabelo, é possível evitar algumas delas, fazendo com que esta queda não se torne um problema para toda a vida.

Por via interna

Sabemos que as alterações hormonais responsáveis pelo excesso de produção de gordura começam na puberdade e é nesta altura que esse excesso deve ser controlado.

Por via externa

Paralelamente, é igualmente possível controlar a seborreia por via externa, recorrendo-se à utilização de produtos adequados que incluirão um champô, uma loção tónica e ampolas se necessário.

Importante é dizer que o champô não deve ter demasiado detergente nem fazer muita espuma. Usar chapéu na praia ou manter a cabeça à sombra é outro hábito que se deve ter porque a radiação solar bem como o vento atingem o couro cabeludo e tanto este como os cabelos absorvem a radiação solar que acabam por estimular a queda dos cabelos.

Deve usar sempre um protector solar de uma gama capilar, não só quando vai para a praia mas também para a piscina pois sabe-se que o cloro da água das piscinas tem um efeito químico muito negativo sobre os cabelos, afectando a sua queratina.

Também é muito importante a escolha da escova com que penteia os seus cabelos; esta deve ser macia de maneira a não provocar nenhum tipo de agressão ao couro cabeludo e cabelos.

Quanto aos trabalhos técnicos (permanente, coloração, desfrizagem) devem ser feitos em bons salões de cabeleireiro e tratados com gamas de produtos específicos os quais também podem ser encontrados nas casas de produtos naturais ou parafarmácias.

Deve sempre utilizar produtos específicos para o seu tipo de cabelo e não dispense três produtos essenciais: champô, tónico para o couro cabeludo e creme de nutrição ou de equilíbrio.

Outro cuidado fundamental é libertar o mais possível o couro cabeludo das suas descamações (em especial a caspa, quer esta exista num cabelo seco ou num oleoso; os tratamentos serão de acordo com cada situação).

O uso de secador deve ser moderado e não deve ser utilizado muito rente às raízes nem mais do que duas vezes por semana, nem a uma temperatura demasiado quente.

Uma alimentação rica em oligoelementos ( ferro, zinco, cálcio, magnésio, etc.) é essencial, bem como deve ingerir proteínas animais.

Por via interna

Sabemos que as alterações hormonais responsáveis pelo excesso de produção de gordura começam na puberdade e é nesta altura que esse excesso deve ser controlado.

Por via externa

Paralelamente, é igualmente possível controlar a seborreia por via externa, recorrendo-se à utilização de produtos adequados que incluirão um champô, uma loção tónica e ampolas se necessário.

Importante é dizer que o champô não deve ter demasiado detergente nem fazer muita espuma. Usar chapéu na praia ou manter a cabeça à sombra é outro hábito que se deve ter porque a radiação solar bem como o vento atingem o couro cabeludo e tanto este como os cabelos absorvem a radiação solar que acabam por estimular a queda dos cabelos.

Deve usar sempre um protector solar de uma gama capilar, não só quando vai para a praia mas também para a piscina pois sabe-se que o cloro da água das piscinas tem um efeito químico muito negativo sobre os cabelos, afectando a sua queratina.

Também é muito importante a escolha da escova com que penteia os seus cabelos; esta deve ser macia de maneira a não provocar nenhum tipo de agressão ao couro cabeludo e cabelos.

Quanto aos trabalhos técnicos (permanente, coloração, desfrizagem) devem ser feitos em bons salões de cabeleireiro e tratados com gamas de produtos específicos os quais também podem ser encontrados nas casas de produtos naturais ou parafarmácias.

Deve sempre utilizar produtos específicos para o seu tipo de cabelo e não dispense três produtos essenciais: champô, tónico para o couro cabeludo e creme de nutrição ou de equilíbrio.

Outro cuidado fundamental é libertar o mais possível o couro cabeludo das suas descamações (em especial a caspa, quer esta exista num cabelo seco ou num oleoso; os tratamentos serão de acordo com cada situação).

O uso de secador deve ser moderado e não deve ser utilizado muito rente às raízes nem mais do que duas vezes por semana, nem a uma temperatura demasiado quente.

Uma alimentação rica em oligoelementos ( ferro, zinco, cálcio, magnésio, etc.) é essencial, bem como deve ingerir proteínas animais.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.