Especial Doenças Alérgicas - A Estação dos Espirros

A carregar...

Especial Doença Alérgica – A Estação dos Espirros

1 Dezembro, 2016 0
shutterstock_474392875-1200x400.jpg

Segundo recomendações internacionais, controlar uma doença alérgica implica uma optimização da qualidade de vida. Como? Dormir bem, poder estudar, trabalhar, ter uma vida social normal, incluindo a prática de exercício, avaliando-se ainda a medicação necessária que possibilita todas estas actividades.

Contudo, estes objectivos nem sempre são alcançados. Com frequência, a mesma pessoa tem várias manifestações. A título de exemplo, quase todos os asmáticos têm rinite e muitos indivíduos com rinite têm asma. Em muitos casos, as mesmas queixas eram já sentidas pelos pais, irmãos, avós ou tios, traduzindo o carácter hereditário da doença alérgica.

Em situações crónicas, a melhor atitude é aprender a lidar com a doença e controlá-la. Por isso, sempre que as alergias se manifestem deve seguir a medicação prescrita pelo médico, se esse for o caso, ou seguir o conselho do seu farmacêutico.

Em muitos casos, a solução terapêutica passa por evitar o contato com os alergénios, mas quando isso não é possível, o melhor a fazer é recorrer a terapêuticas que atenuam os sintomas.

Os anti-histamínicos são os medicamentos mais usados no tratamento da doença alérgica. Mas se o seu médico ou um imunoalergologista assim o prescrever, também pode recorrer às vacinas antialérgicas. Por norma, são injectadas, mas podem ser aplicadas debaixo da língua, sempre em doses crescentes da substância responsável pelas reacções alérgicas. Podem, ainda, ser prescritos descongestionantes nasais.

Aliás, da terapêutica pode fazer parte o uso combinado de diferentes medicamentos para diminuir os sintomas e, sobretudo, a inflamação crónica. Sempre que seja aplicável, os fármacos devem ser utilizados localmente, junto do órgão que está mais envolvido ( nariz, pele, olhos). Qualquer dúvida sobre o tratamento, deve aconselhar-se junto do seu farmacêutico.

UMA VIDA LIVRE DE ALERGÉNIOS

Os sintomas da doença alérgica podem ser atenuados, através de simples medidas que pode aplicar nas tarefas domésticas e no dia-a-dia.

  • Evitar o contacto com os alergénios;
  • Manter o interior da casa limpo;
  • Promover a ventilação da habitação;
  • Aspirar o colchão com regularidade, visto que acumula ácaros. O uso de capas de revestimento
    não é de descurar;
  • Optar por lençóis de algodão;
  • A colcha e as almofadas devem ter materiais sintéticos, porque facilmente se lavam;
  • Limitar o número de bonecos de peluche, pois acumulam muito pó, e lavá-los com regularidade;
  • Evitar alcatifas e tapetes pesados, porque são difíceis de lavar;
  • Lavar os cortinados, pois também acumulam pó;
  • Evitar os arranjos de flores secas como elementos decorativos, porque libertam muito pó;
  • Se existirem animais de companhia, deve promover-se a ventilação da habitação, assim como a aspiração;
  • Se estiver vento, evitar os passeios no campo, onde há maior concentração de pólenes;
  • Usar óculos escuros, para proteger os olhos.

FARMÁCIA SAÚDE – ANF
www.anf.pt

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.