Hospitalcuf porto promove rastreios ao sono - Médicos de Portugal

A carregar...

Hospitalcuf porto promove rastreios ao sono

13 Março, 2012 0

Para assinalar o Dia Mundial do Sono, a 16 de Março, o hospitalcuf porto promove rastreios gratuitos, das 10h às 17h, no piso 0 da unidade hospitalar, abertos a toda a população do norte do país.

“Com esta iniciativa pretendemos testar a qualidade do sono dos portugueses e dar conselhos sobre os cuidados necessários na hora de dormir. Os rastreios vão permitir que as pessoas percebam se estão a dormir bem ou se precisam de ajuda médica”, explica Marta Gonçalves, coordenadora da Unidade da Medicina do Sono do hospitalcuf porto.

Os rastreios incluem a realização de testes para avaliar a qualidade do sono e a probabilidade de ter apneia do sono e permitem saber, em poucos minutos, o grau de sonolência diurna.

O sono é uma função vital necessária à manutenção de um bom estado de saúde, pois contribui para a recuperação física e psicológica do organismo.

A quantidade de sono que um indivíduo adulto necessita diariamente para manter um nível de funcionamento adequado é variável. A maioria dos indivíduos necessita de dormir entre sete a nove horas por dia, mas há quem se sinta restabelecido após quatro a cinco horas de sono, e há quem necessite de dez horas. Assim, considera-se que a quantidade de sono ideal para um indivíduo é o número de horas que esse indivíduo necessita de dormir para acordar física e psicologicamente recuperado. Períodos de sonolência diurna, irritabilidade ou diminuição da concentração e da produtividade podem ser sinais de sono insuficiente ou de má qualidade.

A Unidade de Medicina do Sono do hospitalcuf porto dedica-se à prevenção, diagnóstico e tratamento das perturbações do sono. Para mais informações ou inscrições no rastreio pode ligar para o número 220 039 000.

“Com esta iniciativa pretendemos testar a qualidade do sono dos portugueses e dar conselhos sobre os cuidados necessários na hora de dormir. Os rastreios vão permitir que as pessoas percebam se estão a dormir bem ou se precisam de ajuda médica”, explica Marta Gonçalves, coordenadora da Unidade da Medicina do Sono do hospitalcuf porto.

Os rastreios incluem a realização de testes para avaliar a qualidade do sono e a probabilidade de ter apneia do sono e permitem saber, em poucos minutos, o grau de sonolência diurna.

O sono é uma função vital necessária à manutenção de um bom estado de saúde, pois contribui para a recuperação física e psicológica do organismo.

A quantidade de sono que um indivíduo adulto necessita diariamente para manter um nível de funcionamento adequado é variável. A maioria dos indivíduos necessita de dormir entre sete a nove horas por dia, mas há quem se sinta restabelecido após quatro a cinco horas de sono, e há quem necessite de dez horas. Assim, considera-se que a quantidade de sono ideal para um indivíduo é o número de horas que esse indivíduo necessita de dormir para acordar física e psicologicamente recuperado. Períodos de sonolência diurna, irritabilidade ou diminuição da concentração e da produtividade podem ser sinais de sono insuficiente ou de má qualidade.

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.