Hiperactividade - Página 2 de 2 - Médicos de Portugal

A carregar...

Hiperactividade

26 Março, 2010 0

A impulsividade acaba por ser o problema de maior gravidade associado à hiperactividade porque pode levar a criança a agir irreflectidamente podendo em risco inclusivamente a sua integridade física. A impulsividade tem manifestações a nível emocional e cognitivo. A falta de controlo emocional leva a criança a agir sem reflectir e sem avaliar as consequências dos seus actos, numa procura imediata e inconsequente da satisfação do seu desejo.

Por outro lado apresentam baixa tolerância à frustração, o que conduz a manifestações súbitas de irritabilidade quando chamados à atenção pelos comportamentos imprevisíveis. Como são crianças que se tornam complicadas na relação interpessoal, são muitas vezes alvos de criticas, ralhos, chamadas de atenção, castigos, etc. e isso reflecte-se negativamente na sua auto-estima; ficando muitas vezes com o sentimento subjectivo que ninguém gosta deles.

Considero que a Prevenção da hiperactividade deverá ser feita estimulando e treinando o mais precocemente possível a capacidade de atenção e focalização da atenção. Assim que os pais se apercebem que o filho tende a ser excessivamente agitado, ansioso, inquieto devem encontrar formas lúdicas de estimular a sua capacidade de atenção e concentração.

Podem também estimulá-los a praticar yoga, já existem em muitos sítios aulas de yoga para crianças muito pequenas. O yoga tem a vantagem de ajudar o autodomínio e a concentração. A existência de ritmos fixos é também vantajoso para ajudar as crianças com tendência para a hiperactividade a serem mais capazes de se auto-conterem, nomeadamente, horas fixas para ir para a cama, tomar as refeições, etc.

Quando a hiperactividade é já uma realidade devidamente diagnosticada, então é necessário compreender que a criança está num estado de agitação permanente e que o meio que a envolve terá que se ajustar a essa realidade. Os adultos devem manter a paciência e falarem sempre num tom de voz calmo e seguro. Se os adultos ficam irritados, gritam e ralham com grande tensão emocional, isso ainda destabiliza mais a criança deixando-a ainda mais agitada e descontrolada.

Ktree – Knowledge Tree

www.ktree.com.pt

Páginas: 1 2

ÁREA RESERVADA

|

Destina-se aos profissionais de saúde

Informações de Saúde

Siga-nos

Copyright 2017 Médicos de Portugal por digital connection. Todos os direitos reservados.